Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Florença parte 1

1º dia em Florença (21/04/2013) - Bom, saímos bem cedo de Roma, pegamos o Trenitalia (300 km) e rumo Florença! Da estação de trem, fomos andando até o hotel. A gente reservou os hotéis sempre perto das estações de metro, por causa do deslocamento com as malas....Quando chegamos gostei de tudo!!!! Gente amei Florença também!!!! Ficamos na rua cheia de lojas :) Enquanto  meu esposo ficava descansando no hotel, adivinham onde eu estava?!.....rs.....Logo que saia do hotel dava de cara com a Loja Kiko Make Up Milano, mais a frente H&M, Zara.....e  por aí foi-se o dia...rs...Vai um pouco das fotos desse dia!

Fomos dar uma caminhada e conhecer a cidade.

Ponte Vecchio




Basílica di Santa Maria del Fiore é a catedral, ou Duomo, da Arquidiocese da Igreja Católica Romana de Florença. Notabilizada por sua monumental cúpula - obra do celebrado arquiteto renascentista Brunelleschi - e pelo campanário, de Giotto, é uma das obras da arte gótica e da primeira renascença italiana, considerada de fundamental importância para a História da Arquitetura, registro da riqueza e do poder da capital daToscana nos séculos XIII e XIV. Seu nome (cuja tradução é Santa Maria da Flor) parece referir-se ao lilium, símbolo de Florença, mas, documento[2] do Século XV, por outro lado, informa que “flor”, no caso, refere a Cristo.





 Tem bastante artistas pelas ruas também!


 Palácio Senhorial de FlorençaDurante muito tempo o Palácio senhorial de Florença foi a sede de governo de um pequeno Estado – o Grão-Ducado de Toscana, na Itália -- que ocupou na cultura e no pensamento humano um lugar proeminente. Foi uma grande potência do pensamento. O palácio é típico do estilo florentino. Sua cor é bonita, o amarelado da pedra utilizada na construção apresenta aspecto agradável, nada mais do que isso. Uma torre quadrada com relógio, janelas, algumas em forma ogival, outras puras perfurações na parede, destituídas de beleza especial. Estamos habituados, na ótica moderna, à idéia de que a torre deve estar bem no meio do edifício. Ali não. A torre fica um pouco mais para o lado direito da fachada. E o relógio está colocado na base da torre, quando normalmente localizar-se-ia em sua parte superior das ameias, para ser visto pelo maior número de pessoas. Constata-se a simplicidade do estilo do edifício, procurando-se nele uma porta de entrada monumental, que deveria ser proporcional à fachada principal. Ela não existe.



 Uma pausa para um delicioso crepe com nutella....hummmm!!!!
 

E a noite chegando na cidade.


 Lindo, lindo, lindo....






0 comentários:

By Iâni Naíra